“Deus, na sua misericórdia, nos deu essa tarefa, e é por isso que nunca ficamos desanimados” 2Co 4:01.

Viver na vontade de Deus implica em reconhecer seu senhorio sobre nós, sobre todos da terra. “Eu mesmo fiz o céu e a terra, e todas as coisas são minhas.” Is 66:2a

Muitas vezes duvidamos daquilo que verdadeiramente Deus quer de nós, duvidamos do nosso chamado para as nações, para uma cidade, uma igreja que seja. Sempre duvidamos, mas acalme o seu coração isso acontece com todos, diante das dificuldades que começam a aparecer.

O nosso chamado é somente para edificar o Corpo de Cristo, devemos ter a nossa convicção no Senhor, a rocha da nossa salvação. Quantas vezes ouvimos um profeta do Senhor ou até mesmo o nosso Pastor dizer: “Deus esta te dizendo que você é um (a) escolhido (a) meu”, e ficamos em duvida? O Profeta Jeremias também ficou: “ - Ó Senhor, meu Deus, eu não sei como falar,...” Jr 1:6

É difícil mesmo, não é fácil, mas se Deus chamou é porque Ele sabe que podemos todas as coisas naquele que nos fortalece. Temos que entender que fomos chamados para ser os guias do povo de Deus, fomos feitos aqueles aquém os povos ouvem, vê e segue.

“Por acaso, o Senhor Deus faz alguma coisa sem revelar aos seus servos, os profetas?” Am 3:7.

Deus revela tudo aos seus servos, e esses servos são aqueles que têm o chamado em suas vidas. Não pense você que o seu chamado não serve para a edificação do Corpo de Cristo, pois Paulo diz: “Assim Deus colocou cada parte diferente do corpo conforme Ele quis.” 1Co 12:18

Somente um alerta: “O que se exige de quem tem essa responsabilidade é que seja fiel ao seu Senhor.” 1Co 4:2.


Os dons do Espírito Santo: “Para uma pessoa o Espírito dá a mensagem de sabedoria e para outra o mesmo da mensagem de conhecimento. Para uma pessoa o mesmo Espírito da fé e para outra o poder de curar. Uma pessoa recebe poder para fazer milagres, outra recebe o dom de anunciar a mensagem de Deus. Outros recebem a capacidade para saber a diferença entre os dons que vêm do Espírito e os que não vêm dele. Outros falam em línguas estranhas e outros interpretam o que essas línguas querem dizer.” 1Co12:8-10

Os dons são para todos indiscutivelmente, agora se precisa saber qual é o seu. Descobrindo isso exercê-lo ficará mais fácil e menos cansativo.

Descobrir o dom espiritual que foi concedido a nós é muito importante, pois é com ele que conseguiremos anunciar a palavra de Deus, obedecer ao seu chamado de Ide, e pregue o evangelho a toda criatura. Nós estamos espiritualmente ligados a Deus. “Porém quem se une com o Senhor se torna, espiritualmente, uma só pessoa com ele.” 1Co 6:17.

Pelo nosso dom espiritual estamos unidos com Deus, e através disso podemos nos comunicar com Ele a todo o momento, quando precisarmos.

Diante do que foi dito até agora lembrar que somos templo do Espírito Santo nem precisaria, mas...

“Certamente vocês sabem que são o templo de Deus e que o Espírito de Deus vive em vocês. Assim, se alguém destruir o templo de Deus, Deus destruirá essa pessoa. Pois o templo de Deus é santo, e vocês são o seu templo.” 1Co 3:16,17

Conservar o nosso corpo faz parte do nosso chamado, porque Deus não vai querer conviver em um lugar onde o nome sujeira perderia feio.

É claro que devemos ansiar por dons melhores como Paulo disse:

“Segui o amor, e procurai com zelo os melhores dons espirituais, mas principalmente o de Profetizar.” 1Co 14:01

O dom de profetizar é com certeza uns dos melhores como foi citado acima. Profetizar é anunciar a mensagem de Deus às pessoas. Assim como no Antigo Testamento os profetas eram, porta-voz de Deus, hoje funciona igual. Uma coisa que podemos acrescentar é que hoje tem a graça que muitas vezes salva a muitos, porque pecam e não confessam seus pecados. Anunciar a mensagem de Deus é bom, com certeza é algo único, mas tudo com ordem e decência.

Temos que pagar o preço, preço esse que muitas vezes custa nossa própria vida. Assim como acontecer com Estevão:

“Depois o jogaram para fora da cidade e o apedrejaram.....E, depois ele morreu.” At 7:58 e 60.

Portando, amados temos que receber aquilo que vem do Senhor para nossa vida e viver aquilo que preparou para nós, filhos dEle. “Pois é nos braços do Pai que a fé deixa de ser uma doutrina e passa a ser um relacionamento.” (Pr. Márcio Roberto Vieira Valadão).

Que tudo o que fizer para Deus seja o seu pensar:

“O Senhor Deus é a minha força. Ele torna o meu andar firme como o de uma corça e me leva para as montanhas, onde estarei seguro.” Hc 3:19


Que Deus os abençoe e os envie, a muitos que ainda não sabem ter a vida que agora em diante você terá.